Som de Preto

O novo álbum visual de Beyoncé e a celebração da ancestralidade

A Disney divulgou o pôster e trailer oficial de “Black is King”, o álbum visual, no dia 19 de julho. Escrito, produzido e dirigido por Beyoncé, 38, a produção será lançada nesta sexta-feira, 31, na plataforma de streamming Disney+. O longa será baseado no álbum “The Lion King: The Gift” (2019), e também marca um ano de lançamento do live action de O Rei Leão.

O filme conta a história de um jovem rei que, com o auxílio dos seus ancestrais, vai em busca da retomada do seu trono e lar, sendo “um livro de memórias comemorativas do mundo sobre a experiência negra”, como explica a Disney em comunicado oficial.

Numa postagem feita em seu instagram, Beyoncé afirma que a proposta do longa é celebrar a ancestralidade, com elementos da história negra e tradições africanas, destacando a importância delas serem contadas sob o ponto de vista negro.

Foto: Divulgação.

“Acredito que quando os negros contam nossas próprias histórias, podemos mudar o eixo do mundo e contar nossa história real de riqueza geracional e riqueza de alma que não são contadas em nossos livros de história”, escreveu.

Black is King também vai contar com nomes de peso no elenco, como o rapper Jay-Z, 50, a cantora Kelly Rowland, 39, a atriz Lupita Nyong’o, 37, e as supermodelos Naomi Campbell, 50, e Adut Akech, 20. Além de co-diretores e colaboradores africanos compondo a ficha técnica do mesmo, como o diretor criativo e produtor do clipe This is America (2018), Ibra Ake.

Exibição na África

No momento em que Black is King foi anunciado, em 27 de junho, Beyoncé foi alvo de críticas em razão da possibilidade do longa não ser disponibilizado na África. Visto que, assim como no Brasil, a plataforma Disney+ não está disponível nos países do continente.

Sobre a questão, a Disney comunicou em nota que o filme será distribuído em mais de 20 países africanos, pela distribuidora de TV por assinatura M-Net e o canal + Afrique, ambos do Grupo MultiChoice. Países, como África do Sul, Nigéria, Gana, Etiópia, Namíbia, Camarões, Libéria, Burundi e Senegal integram a lista. 

Confira o trailer de Black is King:

Foto de capa: Divulgação.

Compartilhe: