Mundo

72ª edição do Emmy traz recorde de indicação de atores negros

Watchmen lidera lista de indicações e Viola Davis não é indicada

Os concorrentes ao maior prêmio da televisão norte-americana, o Emmy 2020, foram anunciados nesta terça-feira, 28. A apresentação foi realizada num evento online pelos atores Leslie Jones, Laverne Cox, Josh Gad e Tatiana Maslany, trazendo o maior número de indicações de atores negros da história.

Dos 102 atores indicados nas diferentes categorias da 72ª edição do Emmy, 35 são negros, o que representa 34,3%. O número é considerado um recorde, comparado às outras edições do prêmio. Em 2019, apenas 19,8% das indicações foram para artistas negros e em 2018, recorde anterior, foram 27,7%.

Entre os indicados deste ano, a atriz Maya Rudolph concorre duas vezes na mesma categoria (Atriz Convidada em Série de Comédia) por sua atuação em The Good Place (Lugar Bom) e Saturday Night Live (Sábado à Noite ao Vivo). Já estamos na torcida por ela.

A lista de indicados negros inclui ainda:

Melhor ator em série de drama – Billy Porter (Pose da Netflix); Sterling K. Brown (This is Us do canal  NBC);

Melhor atriz em série de drama – Zendaya (Euphoria da HBO);

Melhor ator em série de comédia – Anthony Anderson (Black-ish do canal ABC), Don Cheadle (Black Monday do canal Showtime);

Melhor atriz em série de comédia – Issa Rae (Insecure do canal HBO), Tracee Ellis Ross (Black-is do canal ABC);

Melhor atriz em minissérie ou filme pra TV – Regina King (Watchmen do canal HBO), Octavia Spencer (A Vida e a História de Madam C.J. Walker da Netflix) e Kerry Washington (Little Fire Everywhere da Amazon);

Melhor ator em minissérie ou filme pra TV – Jeremy Pope (Hollywood da Netflix);

Melhor ator coadjuvante em minissérie ou filme pra TV – Yahya Abdul-Mateen II (Watchmen do canal HBO), Jovan Adepo (Watchmen do canal HBO), Louis Gossett Jr (Watchmen do canal HBO);

Melhor ator coadjuvante em série de comédia – Mahershala Ali (Ramy do Hulu), Andre Braugher (Brooklyn Nine-Nine do canal NBC), Kenan Thompson (Saturday Night Live do canal NBC);

Melhor atriz coadjuvante em série de comédia – Yvonne Orji (Insecure do canal HBO);

Melhor atriz coadjuvante em série de drama – Thandie Newton (Westworld do canal HBO), Samira Wiley (The Handmaid’s Tale do Hulu);

Melhor ator coadjuvante em série de drama – Giancarlo Esposito (Better Call Saul), Jeffrey Wright (Westworld do canal HBO);

E tem ainda a indicação de melhor direção de minissérie ou filme pra TV, com o jamaicano Stephen Williams (Watchmen do canal HBO).

Watchmen líder de indicações

A minissérie Watchmen (2019), da HBO, é uma das responsáveis por este aumento de indicações de atores negros. Apenas na categoria de melhor ator coadjuvante em minissérie ou filme pra TV, a série apresenta três atores: Yahya Abdul-Mateen II (Watchmen do canal HBO), Jovan Adepo (Watchmen do canal HBO), Louis Gossett Jr (Watchmen do canal HBO). Além de colaborar com o aumento de indicações de negros, a série da HBO é líder em indicações no geral. Ao todo, são 26 indicações.

Watchmen (2019), série da HBO, lidera as indicações. Foto: Divulgação.

Protagonizada por Regina King (indicada ao prêmio de melhor atriz em minissérie ou filme pra TV), Watchmen é baseada numa história em quadrinhos de 1986, e busca dar continuidade a história. A série de ficção estreou em 2020 na HBO, trazendo super heróis negros numa América onde o racismo e os ideais de supremacia branca dão o tom dos crimes cometidos em Nova Iorque.

Ausência de Viola Davis entra nos trend topics

Após a divulgação da lista de indicados, muita gente sentiu a falta do nome da excelente atriz Viola Davis. Aclamada pela atuação na série How To Get Away With a Murder (Como Defender Um Assassino), Viola não foi indicada em nenhuma categoria da 72ª edição do Emmy, gerando comoção nas redes sociais.

No Twitter, o nome da atriz ocupou lugar no trending topics com comentários que variam entre exaltação do talento da atriz e críticas a organização do Emmy por tê-la deixado fora das indicações mais uma vez.

Vale lembrar que em 2015, a atriz fez um dos discursos mais poderosos da história da premiação. Viola foi a primeira mulher negra a receber o prêmio de melhor atriz de série dramática por How To Get Away With a Murder (2014).

Veja abaixo o discurso de Viola:

“‘Na minha mente, vejo uma linha. E depois dessa linha, vejo campos verdes, flores adoráveis e lindas mulheres brancas com seus braços esticados na minha direção, depois dessa linha. Mas não consigo chegar lá. Não consigo passar dessa linha.’

Quem disse isso foi [a ex-escrava e abolicionista americana] Harriet Tubman, nos anos 1800. E deixem-me dizer algo a vocês: a única coisa que separa as mulheres negras de qualquer outra pessoa é a oportunidade. 

Você não pode ganhar um Emmy por papéis que simplesmente não existem. Então aqui vai um agradecimento a todos os roteiristas, as pessoas incríveis que são Ben Sherwood, Paul Lee, Peter Nowalk, Shonda Rhimes, pessoas que redefiniram o que significa ser bonita, ser sexy, ser protagonista, ser negra.

E para as Taraji P. Hensons, as Kerry Washingtons, as Halle Berrys, as Nicole Beharies, as Meagan Goods, as Gabrielles Unions: obrigada por nos fazer passar da linha. Obrigada à Academia do Emmy. Obrigada.”

Sobre a cerimônia

A cerimônia  do Emmy acontece em 20 de setembro de 2020 e será apresentada por Jimmy Kimmel. Devido a pandemia, pode ser que ocorra em novo formato, ainda não divulgado.

Foto de capa: Emmys/Reprodução.

LEIA TAMBÉM: Emmy tem recorde de indicados negros, mas isso não se reflete na premiação

Compartilhe: