Pernambuco Radar Negro

Projeto ELO estende prazo da convocatória para envio de fotos até domingo

O projeto ELO: Memória e Afeto encerra sua convocatória para recebimento de fotos de famílias negras e indígenas de Pernambuco neste domingo, 25. Como o nome já diz, o projeto da exposição fotográfica tem como objetivo preservar as memórias afetivas destas famílias. A curadoria selecionará 20 fotografias para compor a mostra, e os selecionados receberão um cachê.

Podem participar famílias negras e indígenas do estado de Pernambuco. A fotografia deve ser do acervo familiar ou pessoal do candidato. Apenas uma foto por família pode ser enviada. As pessoas com imagens selecionadas receberão um cachê simbólico, no valor de R$50,00 pela utilização da fotografia. O resultado da seleção será divulgado dia 28 de abril, e as fotografias publicadas na rede social do projeto Elo.

Não há restrição de tempo para as fotos e nem de formato, podendo ser digitais ou analógicas. O projeto Elo terá exposições virtuais e físicas, ainda sem previsão de acontecer por causa da pandemia.

A proposta da exposição é que, ao falarem de si, as famílias tragam suas subjetividades e narrativas, transformando a estigmatização em representação para a população negra e indígena na mídia hegemônica e em outros espaços de poder, mostrando que o amor também existe nessas famílias.

A iniciativa é uma realização dos pesquisadores, artistas audiovisuais e graduandos em Cinema pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), Beatriz Lins e Rafael Nascimento

De acordo com Rafael, a primeira ideia do projeto era de realizar ensaios fotográficos, o que foi impossibilitado pela necessidade de distanciamento social. “A gente estava desenvolvendo atividades, pesquisas e outros roteiros e tivemos que fazer algumas adaptações”, conta.

Foi nesse contexto que surgiu a convocatória e a curadoria de registros familiares e pessoais. Para Beatriz Lins, “lidar com a memória é também uma forma de prolongar o afeto, uma forma de acalentar o espírito coletivo”, explica.

O ELO tem incentivo da Lei Aldir Blanc, por meio da Secretaria de Cultura do Governo do Estado de Pernambuco e da FUNDARPE. As inscrições podem ser feitas pelo formulário. O envio da documentação será encerrado às 23h59 do dia 25 de abril. Mais informações, por e-mail ou pelo perfil do Instagram do projeto ELO.

Saiba detalhes

Projeto ELO: Memória e Afeto
Inscrições:
até 25 de abril
E-mail: [email protected]
Formulário: aqui!
Instagram: @projeto.elo.pe

Foto de capa: Divulgação.

LEIA TAMBÉM: Cantora Zeferina e rapper Tássia Reis lançam clipe nesta sexta

Ouça o episódio #11 – Os impactos da pandemia nas trabalhadoras domésticas:

Apoie a mídia negra nordestina: Financie o Negrê aqui!

Compartilhe: