Atlântico

A escritora moçambicana Paulina Chiziane é a vencedora do Prêmio Camões 2021

A escritora moçambicana Paulina Chiziane, 66, é a grande vencedora do Prêmio Camões 2021. A autora africana foi reconhecida por trazer em suas obras as problemáticas da mulher africana e moçambicana, além de sua atuação acadêmica e institucional. O resultado foi divulgado na última quarta-feira, 20. A honraria é mantida pelos governos de Brasil e […]

Notícias

5ª e última temporada de Insecure será lançada neste domingo na HBO Max

A quinta e última temporada da série de comédia dramática Insecure (2016) chega ao catálogo da HBO Max neste domingo, 24. As informações foram divulgadas pelo próprio canal de streaming e pela série em suas redes sociais. A última temporada havia sido renovada em maio do ano passado. Sobre Insecure Issa (Issa Rae) e Molly (Yvonne Orji) são duas amigas, mulheres negras e […]

Atlântico

O tanzaniano Abdulrazak Gurnah é o vencedor do Prêmio Nobel de Literatura 2021

O escritor romancista Abdulrazak Gurnah, 72, é o vencedor do Prêmio Nobel de Literatura 2021. Natural da Tanzânia, país situado na região Oriental do Continente Africano, sua conquista foi anunciada na quinta-feira, 7, pela Academia Sueca. Há nove anos, desde 2012, não era premiado um escritor que não fosse europeu ou norte-americano.  No ano de 1948, […]

Ceará Pretarte

Exposição inédita sobre identidade negra no Ceará reúne quatro artistas negros

Atualizado às 12h45 do dia 08/10/2021 A exposição artística “Pra ficar claro, escureci” sobre a construção da identidade negra no Ceará reúne de forma inédita quatro artistas negros, com lançamento previsto para as 10h desta quinta-feira, 7, na casa do Barão de Camocim, no Centro de Fortaleza (CE). Os cearenses Felipe Helói, Nycolas Di, Tamires […]

Mundo

Após 120 anos, Estado do Alabama começa a retirar palavras racistas da Constituição

Após 120 anos, o Estado do Alabama (Estados Unidos) começa a retirar palavras racistas que estão presentes na Constituição Estadual desde 1901. Ano em que os políticos escreveram o documento com uma linguagem discriminatória, tendo em vista seus posicionamentos segregadores da época até então. Ativistas locais lutavam há pelo menos 20 anos pela reformulação da […]